Sem atrações, Avaré é a cidade que mais fala em turismo

Sem atrações, Avaré é a cidade que mais fala em turismo Fonte da Foto: Prefeitura

O difícil não é discutir sobre turismo em Avaré com quem é avareense e principalmente se ele for partidário e tiver alguma gratidão com alguns políticos que defendem o que não existe na cidade, no caso, o turismo.

Mas, o difícil mesmo é tentar explicar para uma ou mais senhoras que adentram a cidade em um final de semana com aquela fitinha no pulso, que as identificam como turistas que estão hospedadas no Clube de Campo da Associação dos Professorados do Estado, lá na beira da represa e que perguntam. -Moço, por favor, onde ficam os pontos turísticos da cidade-  e vem à sua mente apena o Cristo redentor, a Igreja Matriz, o Horto Florestal e a fábrica do doce Pingo de Leite.

Mais triste é quando a turista começa a desenhar o turismo da represa e o que passamos a perceber com a simplicidade e honestidade de uma professora aposentada da capital é que pela quarta vez está passando pelos mesmos locais, sem que tenha nascido algo de interessante, inclusive no final de ano quando a Prefeitura resolve colocar tapume para mostrar que existe uma obra bem em frente ao Santuário de Nossa Senhora das Dores, que mais parece um muro de lamentações.

É triste saber que estamos sendo criticados por pessoas que vêm de longe e encontram poucas coisas para conhecer em Avaré e além disso são pessoas que deixam idéias maravilhosas, mas que ninguém tem coragem de passar para os políticos porque depois é que não faz mesmo. Agora, se não fosse o turismo particular na represa, o que seria de Avaré?

Se não fossem os belos hotéis e lanchonetes à beira da represa (estamos falando das chiques) que são investimentos particulares que não contam com apoio da Prefeitura que, por sinal, não consegue nem sequer colocar um administrador no restaurante panorâmico do Camping e muito menos terminar o calçadão do Costa Azul, a cidade não teria turistas.

E não se anime, caro leitor, essa situação vai perdurar por muito tempo, enquanto políticos de Avaré apenas se preocuparem com discussão partidária para ver quem vai mandar na cidade; enquanto isso se contente com o turismo emprestado de outras cidades.

Veja Também