PAPO DE ESQUINA

Jornal do Ogunhe

TC pede que Prefeitura retome terreno da Usina Furlan

O auditor do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo, Alexandre Manir Figueiredo Sarquis, julgou irregular doação de área feita pela Prefeitura de Avaré no ano de 2006, durante a gestão do ex-prefeito Joselyr Silvestre.  A matéria foi publicada no jornal A Voz do Vale, no primeiro dia do mês de abril e volta a ser publicada neste jornal visto que tanto Joselyr Benedito Silvestre como a empresa, através de seus advogados, tentaram uma defesa, que não convenceu o auditor que deu a sentença.

A área em questão foi doada à Usina Açucareira Furlan S/A, através de um chamamento público, que tinha como objetivo desapropriar uma área para a instalação de uma agroindústria.

De acordo com o auditor, várias irregularidades foram encontradas neste chamamento público, como falta de licitação na modalidade de concorrência para a alienação de bem público; exigência de requisito habilitatório em alienação, que, segundo Sarquis, é proibida pela legislação; a inexistência de avaliação prévia; e o mais grave, de acordo com o TC, não houve publicidade do ato.

Joselyr Benedito Silvestre se defendeu afirmando que, além da publicação no Semanário Oficial, houve também veiculação no site da Prefeitura de Avaré e afixação no mural do Paço Municipal.

Segundo a defesa do ex-prefeito, a Usina Furlan foi a única a participar do certame, por falta de interesse das demais, já que não existiram condições de caráter restritivo à competitividade, e também não foram exigidas certidões, laudos ou licenças.

A defesa da Usina Furlan também argumentou que o intuito da Prefeitura era o fomento econômico e que, neste caso, cabia até mesmo a doação. Tese que não foi aceita pelo auditor do TC.

Diante deste contexto, Alexandre Sarquis determina a retomada da área por parte da Prefeitura de Avaré e ainda condena o ex-prefeito ao pagamento de 1 mil UFESP, o equivalente a R$ 25 mil em multa.

A Prefeitura de Avaré informou que deve instaurar os procedimentos necessários para a retomada da área e buscar a solução que, juridicamente, se mostre apta a reparar perdas e danos, protegendo-se o erário, o que deverá ser feito no prazo de 60 dias.

Ainda segundo informações, a Prefeitura já convocou reunião com os representantes da Usina Furlan para tratar das determinações do Tribunal de Contas. 

Tanto a Prefeitura como a empresa entraram com novas defesas, mas não conseguiram reverter o entendimento do auditor, que aponta um número expressivo de irregularidades nessa doação de terreno feito na época do prefeito Joselyr Benedito Silvestre, pai do atual prefeito.

Tags:

SEC AVARÉ

VEJA TAMBÉM

22 de fevereiro, 2018

Vereador é condenado pela Justiça em 1ª  instância

22 de fevereiro, 2018

Polícia prende mãe, filha e genro por tráfico de drogas

22 de fevereiro, 2018

Avaré e Piraju recebem espetáculo multimídia

22 de fevereiro, 2018

Semads abre inscrições para os projetos esportivos no CSU

22 de fevereiro, 2018

Prefeitura deposita vale alimentação amanhã

22 de fevereiro, 2018

Estati pede tubulação para erosão do Jardim Europa

22 de fevereiro, 2018

Câmara e vereador se precipitaram, diz opinião pública

22 de fevereiro, 2018

Câmara virou um barril de pólvora soltando faíscas

22 de fevereiro, 2018

Câmara precisa reforçar segurança, diz cidadão

22 de fevereiro, 2018

Sindicato dos Servidores envia nota à imprensa

22 de fevereiro, 2018

Licitação da coleta de lixo é adiada para 5 de março

22 de fevereiro, 2018

Universitários do Direito Eduvale são aprovados no Exame da OAB

21 de fevereiro, 2018

Vereador “joga pra galera” tema que nem existia

21 de fevereiro, 2018

Começa amanhã pagamento do PIS para nascidos em março e abril

21 de fevereiro, 2018

Cabo Sérgio pede calçada em alça de acesso da SP-255

21 de fevereiro, 2018

Ainda estão abertas as inscrições para as aulas de atletismo adaptado

21 de fevereiro, 2018

Eleitores de 5 cidades da região precisam fazer cadastro biométrico até março

21 de fevereiro, 2018

5 ficam feridos após carro bater em placa de sinalização

21 de fevereiro, 2018

Pressão popular coloca em discussão autoridade da Mesa da Câmara

21 de fevereiro, 2018

Coletores deram show de liberdade, igualdade e fraternidade

21 de fevereiro, 2018

Matrículas de informática para deficientes visuais

20 de fevereiro, 2018

Identidade de gênero não é de competência da Câmara

Ir para o topo