PAPO DE ESQUINA

Jornal do Ogunhe

Tribunal de Contas é específico: não pode diária de viagem a comissionados

Como publicado na edição de ontem 12 de julho, apenas repercutimos o que destaca o Tribunal de Contas do Estado; não se trata de informações incorretas (como a Prefeitura quer tentar fazer crer), pois, em determinado trecho, o órgão especifica que apenas pode retirar adiantamento o servidor que for efetivado, ou melhor, que mostre vínculo empregatício com a Prefeitura e seja estatutário, o que não é o caso dos dois servidores em questão.

Outro ponto que, provavelmente, não foi levantado pela Secretaria de Comunicação é que, conforme explica o TCE, “o pagamento de diárias a vereadores, prefeitos e demais agentes políticos (Secretários Municipais) não é permitido para cargos comissionados...” No caso dos servidores defendidos pelo Secretário de Comunicação, eles não são servidores efetivos e, se ainda estivessem em estado probatório não teriam também, segundo o Tribunal, o direito de levantar determinados adiantamentos.

A exemplo dessa situação, se faz necessário, trazer à tona um fato ocorrido no governo de Rogélio Barcheti, quando Daniela Segarra e seu marido Joaquim, viajaram para São Paulo e quem obteve o adiantamento para a viagem foi Daniela Segarra, porque Joaquim não podia por ser servidor comissionado e, na época, o atual Secretário de Comunicação como também este jornalista que escreve, questionamos o fato, visto todo o imbróglio acontecido.

Para que não pairem dúvidas: na época, além de questionarmos a situação de Daniela Segarra, o Jornal do Ogunhê, que também noticiou o fato, em conversa com funcionários da época, obteve a informação de que, somente Daniela Segarra poderia obter o adiantamento pelo fato de ser servidora efetiva e estatutária, o que não ocorre com os dois servidores desta gestão que ocupam cargos em comissão, por vias políticas e não são estatutários como determinam as normas do Tribunal de Contas. 

Há que se entender que os dois servidores não têm vínculo empregatício e podem ser exonerados hoje, daqui dois meses ou até o final do mandato, portanto não podem ter acesso a adiantamentos.

Tags:

SEC AVARÉ

VEJA TAMBÉM

25 de setembro, 2017

CPI contra prefeito deve acontecer hoje na Câmara

25 de setembro, 2017

Apae realiza caminhada em comemoração ao mês de inclusão da pessoa com deficiência

25 de setembro, 2017

Feira da Educação será atração na Frea

25 de setembro, 2017

Câmara tem por obrigação investigar o executivo

25 de setembro, 2017

Advogado confunde liberdade de expressão com perseguição

25 de setembro, 2017

Delegado descreve sobre criminalidade em Avaré

25 de setembro, 2017

Antiético, secretário nega fontes em matérias do Semanário

25 de setembro, 2017

Avaré: uma cidade que teima em não crescer

25 de setembro, 2017

Corte de arvores faz avareense sentir mais calor

25 de setembro, 2017

Semanário erra e grafa errado o título da campanha do Refis

23 de setembro, 2017

Jô Silvestre “Crime contra a fé pública eleitoral e falsidade ideológica”

23 de setembro, 2017

Em nota, Prefeitura suspende cobrança de taxa de lixo

23 de setembro, 2017

Taxa de lixo: mais uma vez Prefeitura volta atrás

23 de setembro, 2017

Prefeitura suspende aulas de informática no ensino municipal

23 de setembro, 2017

ACIA convoca associados na luta contra Fest Country em dezembro

23 de setembro, 2017

Rotarianos e voluntários no plantio árvores

22 de setembro, 2017

Secretário usa emissora para defender governo

22 de setembro, 2017

Rádio vira extensão da Secretaria de Comunicação

22 de setembro, 2017

Investigação sobre sublocação de som faz parte da política

22 de setembro, 2017

Continuam pagamentos ilegais na Educação Municipal de Avaré

22 de setembro, 2017

Rejeitada mais uma denúncia sobre pintura de postes

22 de setembro, 2017

Aumento do Vale Alimentação será analisado pela Câmara

Ir para o topo