PAPO DE ESQUINA

Jornal do Ogunhe

Tribunal de Contas é específico: não pode diária de viagem a comissionados

Como publicado na edição de ontem 12 de julho, apenas repercutimos o que destaca o Tribunal de Contas do Estado; não se trata de informações incorretas (como a Prefeitura quer tentar fazer crer), pois, em determinado trecho, o órgão especifica que apenas pode retirar adiantamento o servidor que for efetivado, ou melhor, que mostre vínculo empregatício com a Prefeitura e seja estatutário, o que não é o caso dos dois servidores em questão.

Outro ponto que, provavelmente, não foi levantado pela Secretaria de Comunicação é que, conforme explica o TCE, “o pagamento de diárias a vereadores, prefeitos e demais agentes políticos (Secretários Municipais) não é permitido para cargos comissionados...” No caso dos servidores defendidos pelo Secretário de Comunicação, eles não são servidores efetivos e, se ainda estivessem em estado probatório não teriam também, segundo o Tribunal, o direito de levantar determinados adiantamentos.

A exemplo dessa situação, se faz necessário, trazer à tona um fato ocorrido no governo de Rogélio Barcheti, quando Daniela Segarra e seu marido Joaquim, viajaram para São Paulo e quem obteve o adiantamento para a viagem foi Daniela Segarra, porque Joaquim não podia por ser servidor comissionado e, na época, o atual Secretário de Comunicação como também este jornalista que escreve, questionamos o fato, visto todo o imbróglio acontecido.

Para que não pairem dúvidas: na época, além de questionarmos a situação de Daniela Segarra, o Jornal do Ogunhê, que também noticiou o fato, em conversa com funcionários da época, obteve a informação de que, somente Daniela Segarra poderia obter o adiantamento pelo fato de ser servidora efetiva e estatutária, o que não ocorre com os dois servidores desta gestão que ocupam cargos em comissão, por vias políticas e não são estatutários como determinam as normas do Tribunal de Contas. 

Há que se entender que os dois servidores não têm vínculo empregatício e podem ser exonerados hoje, daqui dois meses ou até o final do mandato, portanto não podem ter acesso a adiantamentos.

Tags:

SEC AVARÉ

VEJA TAMBÉM

21 de novembro, 2017

Secretário de Comunicação é condenado por gravar vereador sem autorização

21 de novembro, 2017

Continuação da Cunha Bueno deve virar realidade

21 de novembro, 2017

Prefeito da região é alvo de CEI por causa de rede social

21 de novembro, 2017

Certidões de nascimento, casamento e óbito mudam a partir de hoje

21 de novembro, 2017

MEC prorroga aditamento do Fies

21 de novembro, 2017

Câmara não vota orçamento, enquanto Frea não se explicar, diz vereador

21 de novembro, 2017

TC: todos os resultados contábeis de 2016 da Frea foram negativos

21 de novembro, 2017

Secretário de Administração explica multas

20 de novembro, 2017

Vereador pede presença da diretora do DRS para explicar caso Oncologia

20 de novembro, 2017

Sexta tem doação de sangue em Avaré

20 de novembro, 2017

Obra da duplicação pode ser inaugurada esta semana

20 de novembro, 2017

IFSP de Avaré contrata professor

20 de novembro, 2017

PSC conquista emenda para a cidade

20 de novembro, 2017

Homem é preso acusado de esfaquear enteado

20 de novembro, 2017

Imagens mostram manobras de aeronave que caiu na represa

20 de novembro, 2017

Duplicação da rodovia SP 255 termina este mês

20 de novembro, 2017

Contas da FREA de 2016 não são aprovadas

20 de novembro, 2017

Prefeito de Porangaba é condenado por gastar demais com festas e shows

20 de novembro, 2017

Dia 1º de dezembro tem jantar beneficente na APAE

18 de novembro, 2017

Setor de Oncologia: o certo é resolver o problema

18 de novembro, 2017

Santa Casa envia nota sobre caso Oncologia

18 de novembro, 2017

Prefeitura vai processar motoristas da frota municipal devido a multas

Ir para o topo