PAPO DE ESQUINA

Jornal do Ogunhe

Tribunal de Contas é específico: não pode diária de viagem a comissionados

Como publicado na edição de ontem 12 de julho, apenas repercutimos o que destaca o Tribunal de Contas do Estado; não se trata de informações incorretas (como a Prefeitura quer tentar fazer crer), pois, em determinado trecho, o órgão especifica que apenas pode retirar adiantamento o servidor que for efetivado, ou melhor, que mostre vínculo empregatício com a Prefeitura e seja estatutário, o que não é o caso dos dois servidores em questão.

Outro ponto que, provavelmente, não foi levantado pela Secretaria de Comunicação é que, conforme explica o TCE, “o pagamento de diárias a vereadores, prefeitos e demais agentes políticos (Secretários Municipais) não é permitido para cargos comissionados...” No caso dos servidores defendidos pelo Secretário de Comunicação, eles não são servidores efetivos e, se ainda estivessem em estado probatório não teriam também, segundo o Tribunal, o direito de levantar determinados adiantamentos.

A exemplo dessa situação, se faz necessário, trazer à tona um fato ocorrido no governo de Rogélio Barcheti, quando Daniela Segarra e seu marido Joaquim, viajaram para São Paulo e quem obteve o adiantamento para a viagem foi Daniela Segarra, porque Joaquim não podia por ser servidor comissionado e, na época, o atual Secretário de Comunicação como também este jornalista que escreve, questionamos o fato, visto todo o imbróglio acontecido.

Para que não pairem dúvidas: na época, além de questionarmos a situação de Daniela Segarra, o Jornal do Ogunhê, que também noticiou o fato, em conversa com funcionários da época, obteve a informação de que, somente Daniela Segarra poderia obter o adiantamento pelo fato de ser servidora efetiva e estatutária, o que não ocorre com os dois servidores desta gestão que ocupam cargos em comissão, por vias políticas e não são estatutários como determinam as normas do Tribunal de Contas. 

Há que se entender que os dois servidores não têm vínculo empregatício e podem ser exonerados hoje, daqui dois meses ou até o final do mandato, portanto não podem ter acesso a adiantamentos.

Tags:

SEC AVARÉ

VEJA TAMBÉM

24 de julho, 2017

Detentos do CR pintam escola em Avaré

24 de julho, 2017

A partir de hoje, intensificação de vacinas em Avaré

24 de julho, 2017

Equipe Tor faz prisões em dois dias de trabalho

24 de julho, 2017

TOR prende homem procurado por homicídio

22 de julho, 2017

Elementos usam nome da Santa Casa para aplicar golpes

22 de julho, 2017

Confirmaçao de notas fiscais estaria criando receio a comissionados

22 de julho, 2017

Prefeito copia o pai e pode responder por crime de responsabilidade

22 de julho, 2017

Prefeitura tenta desqualificar Lei Orgânica

22 de julho, 2017

Veículo oficial: Prefeitura muda entendimento

22 de julho, 2017

Sindicato dá prazo para Prefeitura apresentar folha salarial

21 de julho, 2017

Campo Machado contempla cidade vizinha, esquece Avaré

21 de julho, 2017

Assessor do prefeito dá carteirada na ABQM

21 de julho, 2017

FSP participa do Quarto de Milha em Avaré

21 de julho, 2017

Servidores do Samu trabalham sem quentinhas

21 de julho, 2017

Secretaria promove encontro de Mães Especiais

21 de julho, 2017

Faculdade Eduvale, Do Vale TV e Eduvale FM estão na 40ª AQBM

20 de julho, 2017

Diego Beraldo é o novo secretário da Cultura

20 de julho, 2017

Presidente do Sindicato diz que Prefeitura não fornece documento

20 de julho, 2017

Escritor doa livros para Biblioteca em Braile

20 de julho, 2017

Univesp divulga programação do vestibular

20 de julho, 2017

Itatinga: justiça determina exclusão de vídeos

20 de julho, 2017

Sem terminar UPA, Avaré pode ter que devolver recursos

Ir para o topo