Vereador Estati chama ONG de amaldiçoada

Vereador Estati chama ONG de amaldiçoada Fonte da Foto: Divulgação

O vereador Carlos Alberto Estati, que é da base do prefeito Jô Silvestre, começou muito bem o seu discurso na palavra livre na sessão de segunda- feira, dia 6 de agosto, falando sobre a futura construção de novas moradias, afirmando inclusive que a chácara Pratânia estará liberada para a construção de casas do CDHU.

Na continuação de seu discurso o vereador Estati, aproveitou para trazer a público o fato do dia 13 de julho ser uma data de luto- segundo o vereador- onde Avaré teria perdido uma parcela de dinheiro que entrava na economia avareense, na realização dos eventos da ABQM em Avaré.

O vereador que teoricamente não deixa de exagerar algumas vezes quando usa da palavra, teria usado um termo muito forte para se dirigir contra a Organização Não Governamental que protege os animais de maus tratos, a qual ele chamou de “Amaldiçoada”, um termo desnecessário para a discussão de um assunto que chegou às barras da Justiça e que, por falta de representatividade política, Avaré acabou perdendo o evento.

Disse o vereador Estati- “dessa Ong “Amaldiçoada”, com componente dessa direção da ABQM, influenciada por alguns políticos que usufrui fazendo loby, influenciando essas pessoas que praticamente tiram da boca do trabalhador, Avaré deixou de recolher nesse momento 6 milhões de reais da economia avareense......”

O vereador Estati ainda aproveitou para narrar que essa mesma Ong tentou impedir o evento na cidade de Londrina e, no entanto não conseguiu, mas sabe o vereador avareense que a cidade de Londrina tem representatividade política e forte e conseguiu resolver o problema, porque o prefeito de Londrina tomou frente da situação e junto com a ABQM e demais políticos influentes mudaram o cenário. Agora, não havia necessidade de utilizar uma palavra tão pesada para criticar a Ong. chamando-a de “Amaldiçoada”.

Veja Também