Vereador Estati fala muito para dizer pouco

Vereador Estati fala muito para dizer pouco Fonte da Foto: arquivo

Para fazer um comparativo sobre  o ramo em que atua, Carlos Alberto Estati, para elucidar um assunto, usou uma cidade próxima quase do tamanho de Avaré, para dizer que mesmo sem evento, uma pousada com 150 quarto fica movimentada a semana toda.

Em seguida, o vereador citou Avaré que, em um dia normal, não conseguiria colocar esse número de hospedes, mesmo contando com todas as pousadas da cidade. Na verdade, o vereador estava querendo trazer à baila a situação do êxodo dos eventos do Quarto de Milha, que foram para Araçatuba.

Chegou a dizer que faltou um pouco mais de atuação política, principalmente da Câmara de Vereadores, para que o evento pudesse continuar por aqui. Explicou a decisão da Justiça ,dizendo que em Araçatuba o juiz não acatou a decisão de uma Ong, mas que, em Avaré, a Justiça acatou, resumindo que a cidade perdeu uma fatia muito grande dos eventos da ABQM.

Em seguida, Estati falou sobre sobre a baixa de água que vem ocorrendo em momento delicado na represa Jurumirim, principalmente em época de grande movimentação de turistas. Disse ainda sobre outras cidades que não sofrem com essa baixa de água e que as empresas que administram a represa estariam somente pensando no dinheiro.

Enfim, em outras palavras, o vereador quis dizer que, sem eventos do Quarto de Milha e com a água da represa baixando, Avaré deverá passar por uma situação desesperadora, agora na época do calor.

Veja Também