Vereador pede presença do Secretário da Saúde para explicar perseguições

Vereador pede presença do Secretário da Saúde para explicar perseguições Fonte da Foto: Marcelo Ribeiro

Com essa fama de fazer política de enfrentamento, o atual Prefeito de Avaré Jô Silvestre, que começa a perder um número expressivo de seu eleitorado em razão de promessas de emprego não cumpridas e também pelo fato de exonerar pessoas que fizeram parte da campanha como cabos eleitorais, velhos problemas ainda estão na agenda do prefeito e não são poucos.

Jô Silvestre está assistindo a um dos casos que mais se avoluma em Avaré e quem, segundo informações, continua acontecendo principalmente em pastas que são de grande importância para a sua administração e desta vez não é apenas na Secretaria de Comunicação, mas também na pasta da saúde, com denúncias muito claras de perseguições políticas contra servidores públicos que trabalham na saúde.

O caso começa a passar da medida suportável e, desta vez, chega ao conhecimento do Vereador Ernesto Albuquerque que o Secretário de Saúde, Roslindo Wilson Machado, já estaria, supostamente, cometendo perseguições a outras servidoras, as quais resolveram procurar ajuda do vereador.

Diante dessa situação, o vereador Ernesto, na última sessão, convidou o Secretário de Saúde para que compareça ao plenário da Câmara para explicar a sua versão sobre a tão propalada perseguição aos servidores na saúde de Avaré.

Para a sociedade, o prefeito Jô Silvestre precisa tomar providências porque, desde que seu governo começou, dá-se a impressão que os problemas vieram juntos e os mesmos estão crescendo, o que faz com que até mesmo seu eleitorado reconheça como um governo municipal desastroso que, ao invés de resolver problemas, prefere o enfrentamento, como inicialmente fez com a imprensa de Avaré, resultado que já está aparecendo em 10 meses como ponto negativo para o prefeito.

Veja Também