PAPO DE ESQUINA

Jornal do Ogunhe

Viúvas da Emapa espalham desinformação pela net

Após a decisão acertada da Câmara, no sentido de criar uma lei que regulamenta as festas de final de ano em Avaré, o que fez com que o prefeito Jô Silvestre tivesse que rever suas prioridades, alguns internautas se dirigem à rede social para gerar desinformação junto à população.

O grito das viúvas da festa chama a atenção porque, em uma cidade com tantos problemas, onde a gestão se mostra despreparada, sofrendo derrotas consecutivas na Câmara e ficando marcada pela perseguição a servidores, ainda existem alguns que insistem na tese falida de que uma festa é mais importante do que remédios no posto de saúde ou material escolar para os alunos.

Algumas viúvas querem citar a festa de Taquarituba, sem qualquer informação consistente sobre como foi feita. Desconhecem que em Taquarituba existe uma comissão formada por comerciantes, muito bem organizada com a participação de gente séria e decente que pensa em sua cidade. A Prefeitura de Taquarituba gastou apenas 200 mil reais e a festa foi orçada em 1.800.000,00, sem causar qualquer dano financeiro à Prefeitura.

As viúvas da Emapa, para atacar o presidente da Câmara, Toninho da Lorsa, usam de subterfúgios falsos, sem saber que a festa daquela cidade sempre foi bem produzida.  

Observa-se que esses indivíduos, que chegaram a defender boicote ao comércio de Avaré, nada entendem de gestão pública e chegam a dizer que o dinheiro para a festa é verba própria, como se fosse um recurso do mesmo nível da Educação ou da Saúde. O que a imprensa precisa esclarecer é que não existe verba específica para festa, mas, sim, para as pastas do Turismo e da Cultura que, inclusive, estão em difícil situação na cidade.

As viúvas da Emapa deveriam aproveitar o tempo livre e consolar as viúvas da Fampop, evento que levou da Prefeitura mais de 400 mil, pois não obteve as parcerias tão prometidas pelo grupo do prefeito, deixando a conta da festa para o povo pagar.

Tags:

SEC AVARÉ

VEJA TAMBÉM

22 de fevereiro, 2018

Vereador é condenado pela Justiça em 1ª  instância

22 de fevereiro, 2018

Polícia prende mãe, filha e genro por tráfico de drogas

22 de fevereiro, 2018

Avaré e Piraju recebem espetáculo multimídia

22 de fevereiro, 2018

Semads abre inscrições para os projetos esportivos no CSU

22 de fevereiro, 2018

Prefeitura deposita vale alimentação amanhã

22 de fevereiro, 2018

Estati pede tubulação para erosão do Jardim Europa

22 de fevereiro, 2018

Câmara e vereador se precipitaram, diz opinião pública

22 de fevereiro, 2018

Câmara virou um barril de pólvora soltando faíscas

22 de fevereiro, 2018

Câmara precisa reforçar segurança, diz cidadão

22 de fevereiro, 2018

Sindicato dos Servidores envia nota à imprensa

22 de fevereiro, 2018

Licitação da coleta de lixo é adiada para 5 de março

22 de fevereiro, 2018

Universitários do Direito Eduvale são aprovados no Exame da OAB

21 de fevereiro, 2018

Vereador “joga pra galera” tema que nem existia

21 de fevereiro, 2018

Começa amanhã pagamento do PIS para nascidos em março e abril

21 de fevereiro, 2018

Cabo Sérgio pede calçada em alça de acesso da SP-255

21 de fevereiro, 2018

Ainda estão abertas as inscrições para as aulas de atletismo adaptado

21 de fevereiro, 2018

Eleitores de 5 cidades da região precisam fazer cadastro biométrico até março

21 de fevereiro, 2018

5 ficam feridos após carro bater em placa de sinalização

21 de fevereiro, 2018

Pressão popular coloca em discussão autoridade da Mesa da Câmara

21 de fevereiro, 2018

Coletores deram show de liberdade, igualdade e fraternidade

21 de fevereiro, 2018

Matrículas de informática para deficientes visuais

20 de fevereiro, 2018

Identidade de gênero não é de competência da Câmara

Ir para o topo