Viúvas da Emapa espalham desinformação pela net

Viúvas da Emapa espalham desinformação pela net Fonte da Foto: G-1

Após a decisão acertada da Câmara, no sentido de criar uma lei que regulamenta as festas de final de ano em Avaré, o que fez com que o prefeito Jô Silvestre tivesse que rever suas prioridades, alguns internautas se dirigem à rede social para gerar desinformação junto à população.

O grito das viúvas da festa chama a atenção porque, em uma cidade com tantos problemas, onde a gestão se mostra despreparada, sofrendo derrotas consecutivas na Câmara e ficando marcada pela perseguição a servidores, ainda existem alguns que insistem na tese falida de que uma festa é mais importante do que remédios no posto de saúde ou material escolar para os alunos.

Algumas viúvas querem citar a festa de Taquarituba, sem qualquer informação consistente sobre como foi feita. Desconhecem que em Taquarituba existe uma comissão formada por comerciantes, muito bem organizada com a participação de gente séria e decente que pensa em sua cidade. A Prefeitura de Taquarituba gastou apenas 200 mil reais e a festa foi orçada em 1.800.000,00, sem causar qualquer dano financeiro à Prefeitura.

As viúvas da Emapa, para atacar o presidente da Câmara, Toninho da Lorsa, usam de subterfúgios falsos, sem saber que a festa daquela cidade sempre foi bem produzida.  

Observa-se que esses indivíduos, que chegaram a defender boicote ao comércio de Avaré, nada entendem de gestão pública e chegam a dizer que o dinheiro para a festa é verba própria, como se fosse um recurso do mesmo nível da Educação ou da Saúde. O que a imprensa precisa esclarecer é que não existe verba específica para festa, mas, sim, para as pastas do Turismo e da Cultura que, inclusive, estão em difícil situação na cidade.

As viúvas da Emapa deveriam aproveitar o tempo livre e consolar as viúvas da Fampop, evento que levou da Prefeitura mais de 400 mil, pois não obteve as parcerias tão prometidas pelo grupo do prefeito, deixando a conta da festa para o povo pagar.

Veja Também