PAPO DE ESQUINA

Jornal do Ogunhe

Lorsa
Alecrim

PAPO DE ESQUINA

13 de julho

Ao assumir o cargo de Secretário numa administração deve saber o elemento que desde o momento que carrega essa bandeira, está sujeito a qualquer tipo de crítica, mas se sabia que não suportaria que não o aceitasse.

  A liberdade de expressão e a linha redatorial deste jornal não vai mudar ao bel prazer de políticos que fazem de tudo e até o inimaginável para calar a verdade, pressupondo que com mentiras se governa uma cidade como Avaré.

  Jô Silvestre esteve em São Paulo na Artesp junto com alguns vereadores na tentativa de conseguir algo em torno do túnel que dá acesso a vários bairros. O que não contaram é que estão chegando atrasados para a festa. Agora é tarde.

  Embora o Tapa Buraco seja a única obra que vem destacando o prefeito, pelo menos agora começou a aparecer o serviço. Mas não podemos esquecer que 700 toneladas de massa asfáltica é massa que não acaba mais.

  Por incrível que pareça e passa a ser uma coisa inacreditável até o time da cidade usa uniforme amarelo, da cor que o prefeito Jô Silvestre gosta. Ou o governo está de brincadeira ou tudo vai na base do amarelão.

  Se isso continuar, com certeza, vão amarelar logo esses fiéis escudeiros do prefeito que, há menos de sete meses, nem podiam ver o prefeito pela frente e agora é uma adoração infinita.

  Teve gente que esperneou quando viu a matéria aqui neste jornal, que narrou a ausência do prefeito no evento da Orquestra Sinfônica que tocou na igreja São benedito. Não tinha uma viva alma para representar o prefeito.

  O fato é que esqueceram que o prefeito gosta é de eventos grandiosos, onde ele e sua trupe possam desfilar em meio à população.  Mas poderia ter enviado um representante para não ficar chato. Pegou mal.

  Dar a César o que é de César. Quanto à festa do Arraiá do Nhô Musa, tiramos o chapéu para o prefeito Jô Silvestre. Desta vez, mostrou que entende mesmo de festa. Vamos deixar aqui os parabéns para a Secretária de Cultura.

   

Ir para o topo