41 mortos: MPT abre investigação contra empresas envolvidas em acidente

41 mortos: MPT abre investigação contra empresas envolvidas em acidente Fonte da Foto: site G1

O Ministério Público do Trabalho (MPT) está investigando o acidente entre um ônibus e um caminhão que matou 41 pessoas em Taguaí, na quarta-feira, dia 25.

A colisão ocorreu no km 172 da Rodovia Alfredo de Oliveira Carvalho, em Taguaí. O ônibus, que não tinha autorização da Artesp para circular e estava com documentos irregulares, levava trabalhadores de uma empresa têxtil.

O MPT entrou com uma representação contra a empresa Stattus Jeans Indústria e Comércio Ltda, onde as vítimas de Itaí trabalhavam, e a Star Fretamento e Locação Eireli - EPP, dona do ônibus envolvido no acidente.

As vítimas eram de Itaí e viajavam diariamente com a empresa de ônibus até o trabalho, em Taguaí.

Veja Também