Barreto optou por Estati no lugar de Adalgisa pela 2ª vez

Barreto optou por Estati no lugar de Adalgisa pela 2ª vez Fonte da Foto: divulgação

Não existe explicação lógica para a falta de simpatia do presidente da Câmara, Barreto de Monte Neto, em relação à vereadora Adalgisa Ward, já que o petista tem sistematicamente atuado contra uma das líderes da oposição. Observadores da Câmara dizem que os atos de Barreto contra Adalgisa certamente deixam muito alegres os ocupantes do segundo andar do Paço Municipal.

O que deve ser analisado é que, politicamente, Barreto age de forma contraditória, pois ao acolher de braços abertos pela segunda vez o vereador Estati, ele deixa para trás quem um dia lhe estendeu a mão para elegê-lo presidente da Câmara, o que seria o seu maior sonho, agora pesadelo para aqueles que o ajudaram a sentar na cadeira de presidente.

Barreto apagou da memória que não teve voto de Carlos Alberto Estati para a presidência, mas teve, sim, voto de Adalgisa, que era crítica do PT e que, mesmo assim, enfrentou todas as resistências para eleger aquele que, hoje, está provando que sua confiança talvez não tenha valido a pena, recebendo ingratidão de volta.

Barreto não teria agido como um presidente enérgico que em outras situações tinha mostrado, durante o pronunciamento agressivo e pessoal contra a vereadora Adalgisa, na sessão de segunda-feira, depois de repetir por diversas vezes que iria “moer” nas próximas sessões, levando o assunto para o lado pessoal, sem qualquer lógica já que a vereadora tem todo o direito de fiscalização papel pertinente ao cargo que ocupa e que Barreto de Monte Neto não tenha mostrado preocupação com a postura do vereador Carlos Estati pelo fato da crítica ser dirigida a Adalgisa Ward, já que é público que Barreto não tem simpatia política pela vereadora.

Veja Também