Conta das festinhas clandestinas chegou, o preço está em 50 mortes em Avaré

Conta das festinhas clandestinas chegou, o preço está em 50 mortes em Avaré Fonte da Foto: Ilustrativa

Você que acredita que não precisa usar máscara que isso seria para marica que tem medo de um simples vírus que tem medo de água, sabão e álcool em gel, que mesmo sabendo pelo fato de ser jovem não deveria ficar nas baladas e muito menos nas noitadas de aglomerações de festinhas clandestinas, o preço chegou sendo de 50 mortes em Avaré, isso por enquanto até ontem, dia 4 de março de 2021.

A irresponsabilidade de jovens que depois de alguns goles de bebidas alcoólicas e horas sem usar máscara, com certeza não estariam levando a sério o que foi passado a todos, mas a conta chegou, pelo menos uma parcela. Relembre que no começo apenas senhores idosos com mais de 60 anos é que eram entubados em vários pontos do Brasil e, com a chegada dessa cepa, o que vemos hoje é a entubação de jovens de 20 a 40 anos passando sufoco, principalmente aqueles que não acreditavam ou que até hoje não levam a sério essa doença e que entraram para a conta da cepa do coronavírus.

Tentar jogar para o comércio a culpa do coronavírus é uma falácia, pois desde o início todos perceberam que o aumento do vírus em Avaré estava vindo das aglomerações e das festas clandestinas que se aproveitaram da falha da Vigilância Sanitária da cidade cujo telefone ninguém atende ao longo do dia e quando atende passa para outro setor e assim caminha a caravana do coronavírus em Avaré. 

E não adianta fazer leitos para covid na Santa Casa apenas com respirador, pois é de conhecimento público que o hospital precisa de novos leitos de UTIs completos, tanto que a verba do covid-19 que teria vindo para o município supostamente foi gasta e não foi comprado um leito de UTI sequer, apenas 6 respiradores em convênio com a Santa Casa e a Prefeitura com uma verba milionária, sabendo que se trata de um hospital que tem que atender mais 16 municípios além de Avaré, não pensou a Saúde e muito menos na compra de mais UTIs completas.

Enquanto isso, o caos chegou e o estado todo está na fase vermelha, sendo que muitas cidades estão passando por situação de calamidade pública, principalmente Avaré em que, em tempo de pandemia, a Prefeitura de Avaré faz um pagamento por quebra de ordem cronológica pagando, quase um ano depois, quase 45 mil reais na compra de tilápias para o campeonato de pesca em 2020, evento que estamos levantando se aconteceu, já que em março de 2020 começava a pandemia.

Voltando à conta, ela chegou, mas é apenas uma parcela de 50 mortes pelo coronavírus, a maioria sendo por irresponsabilidade de jovens que, em tese, teriam levado para seus lares, salvo raríssimas exceções. O que vamos ver agora é se pelo menos alguns desses jovens passem a entender que a conta vem. A conta chegou e pode chegar ainda mais cara com mais mortes de gente que não merecia e que estava em casa isolado e que certamente filhos ou outros parentes transmitiram. Como disse o meu amigo “A conta um dia vem”. 

Veja Também