Crise na Saúde: Indícios de mais uma CPI a caminho

Crise na Saúde: Indícios de mais uma CPI a caminho Fonte da Foto: reprodução

O colapso total que ocorreu no Pronto Socorro, não foi solucionado ainda, mas segundo especialistas no assunto e que já passaram pela Câmara de Vereadores, ficam indícios de tanto o prefeito como o secretário de Saúde somente decidirem tomar providências depois das notícias publicadas pelo Jornal do Ogunhê e da matéria do A Voz do Vale, que trouxeram a notícia que a empresa não estava cumprindo o contrato para o fornecimento de profissionais da saúde (Médicos).

Por outro lado, caso a Prefeitura não restabeleça a situação de atendimento no Pronto Socorro, a partir de segunda-feira, como já deduziram alguns causídicos, há indícios para a abertura de uma nova Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) contra a administração pública de Avaré, pois, em tese, vislumbra-se uma eventual omissão por parte da Secretaria de  Saúde e da Prefeitura, pagando o fornecedor sem receber o produto, que nesse caso seria o trabalho de 5 ou 6 médicos fornecidos pela empresa em questão.

Justifica-se uma atitude por parte dos vereadores de Avaré, que já têm conhecimento do assunto, que a Infomed Gestão de Saúde e Serviços Médicos estava recebendo quantias generosas que faziam parte do contrato, enquanto o pessoal do Pronto Socorro lutava para manter os atendimentos sem o número adequado de médicos, chegando ao ponto que chegou, da coordenadora do PS pedir demissão do cargo.

Veja Também