Denúncia de Adria de Paula contra Barreto é arquivada pela Justiça

Denúncia de Adria de Paula contra Barreto é arquivada pela Justiça Fonte da Foto: arquivo

O ex-presidente da Câmara de Avaré Barreto do Mercado teve uma denúncia contra ele arquivada pela Justiça, trata-se de um procedimento na qual a diretora da Câmara Municipal, Ádria Ribeiro de Paula havia acionado o então vereador por crimes de injúria e ameaça, bem como acusando de cometer uma dispensa indevida de licitação.

O caso na época teve grande divulgação, pois Ádria dissera que se sentia tratada de forma inadequada por Barreto, sendo excluída das atividades da Câmara mesmo sendo diretora, além de supostas ameaças e palavras duras dirigidas supostamente pelo então presidente.

Uma grande polêmica surgiu, dando uma conotação de briga política, e Barreto se defendeu na época, negando esse tratamento diferenciado e dizendo que estavam regulares os procedimentos de licitação.

O pedido de arquivamento partiu do Ministério Público, que não viu indícios de ilegalidades no procedimento de licitação e nem as provas de comportamento inadequado por parte de Barreto. A Justiça acolheu a posição do MP e decidiu pelo arquivamento. O Jornal do Ogunhê conversou com Barreto do Mercado, que elogiou a decisão do Juiz e do Promotor e disse que tudo não passou de uma situação envolvendo disputa política. O ex-vereador anunciou também que irá buscar reparação judicial das denúncias e acusações da diretora da Câmara contra ele, dando uma conotação de que todo o ocorrido teve a motivação de causar-lhe danos à sua imagem justamente na época de eleições. Barreto afirmou também que “a verdade sempre prevalece”, mas que lamenta o ocorrido, pois como esses fatos tiveram lugar no período eleitoral, ficaram claras as questões políticas envolvidas.

Veja Também