Drive-thru dentro do Shopping de Botucatu vira notícia na imprensa internacional

Drive-thru dentro do Shopping de Botucatu vira notícia na imprensa internacional Fonte da Foto: internet

Depois de repercutir nas redes sociais e ganhar até memes, o drive-thru realizado pelo shopping de Botucatu (SP) que autoriza a entrada de carros nos corredores das lojas foi notícia na imprensa internacional.

Na ABC, uma das maiores emissoras de televisão dos Estados Unidos, as imagens dos carros circulando pelos corredores do shopping chamaram a atenção do apresentador do telejornal. O drive-thru também foi notícia em um canal de televisão de Portugal.

O serviço começou a funcionar na última quinta-feira (2 de julho) e só permite a retirada de compras feitas anteriormente pela internet ou por telefone.

Mesmo assim, segundo o governo estadual, por permitir o acesso a partes internas do shopping, o drive-thru oferecido em Botucatu não está autorizado em razão da cidade estar na fase vermelha do Plano São Paulo.

O Ministério Público acompanha o caso e enviou um ofício pedindo esclarecimentos à direção do estabelecimento.

Em nota, o shopping informou que recebeu um ofício do Ministério Público do Estado de São Paulo solicitando alguns esclarecimentos técnicos sobre o funcionamento do drive-thru, pedindo ao Shopping Botucatu, inclusive, a relação das medidas adotadas para garantir a segurança da iniciativa.

Disse ainda que “todas as informações serão devidamente apresentadas, dentro do prazo estipulado, consignando que todas as ações do Shopping Botucatu seguirão aquilo que for determinado ou orientado pelo Ministério Público”, afirma na nota.

O Portal G1, como narra o site de notícias Acontece Botucatu, entrou em contato com a assessoria de imprensa do Ministério Público, mas ainda não obteve retorno.

O serviço de drive-thru no referido local é considerado irregular pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico do estado de São Paulo. Segundo a pasta, a cidade está classificada na fase vermelha do Plano São Paulo, a mais restritiva, e que autoriza apenas a abertura dos serviços essenciais.

Em nota, a Secretaria de Desenvolvimento Econômico informou que os municípios que desrespeitarem o protocolo de reabertura gradual da economia do estado, conforme consta no plano, estarão sujeitos a ações propostas pelo Ministério Público. O MP informou que está “analisando os fatos”.

Veja Também