Justiça “devolve” área ao Jockey Club de Avaré

Justiça “devolve” área ao Jockey Club de Avaré Fonte da Foto: Divulgação

O prefeito Jô Silvestre que, além de decisões ruins também tem-se mostrado juridicamente mal orientado, teve que amargar mais uma derrota na Justiça, mostrando que sua administração, em tese, está sem rumo e, perdendo-se em brigas desnecessárias com a imprensa e bate-bocas com vereadores, acarretando uma imagem muito negativa perante a sociedade.

Foi uma grande estranheza para todos quando veio a informação que o filho do Joselyr havia editado o Termo de Rescisão 316/10 para retomar a área do Jockey Club de Avaré, uma decisão completamente equivocada, pois demonstra que o prefeito ignora o título que a cidade tem de “Capital Nacional do Cavalo” e que foi na gestão dele, Jô Silvestre, que a cidade perdeu o Quarto de Milha, uma situação desconexa que gerou muitos descontentamentos e prejuízos para prestadores de serviço e empresas.

Através do empresário Joca Calfat, um grande incentivador do Hipismo em nossa cidade e que lutou à frente do Jockey Club, o Termo de Rescisão de Jô Silvestre foi contestado judicialmente e, em uma decisão de grande importância para a cidade, o juiz Luciano José Forster Júnior da 2ª Vara Cível de Avaré, despachou favorável através de uma liminar no sentido de suspender o ato do prefeito e devolver a área para o Jockey Club, que fica no recinto da Emapa (Parque Dr. Fernando Cruz Pimentel). Uma decisão muito justa, que merece todos os aplausos, pois sabemos dos esforços do empresário Joca Calfat para engrandecer os esportes hípicos de Avaré, atitude que, infelizmente, não vemos por parte do atual governo.

Veja Também