Marcelo Ortega sofre censura do presidente da Câmara

Marcelo Ortega sofre censura do presidente da Câmara Fonte da Foto: Divulgação

Uma situação absurda ocorreu na sessão da Câmara desta segunda-feira, dia 3 de abril, quando o vereador Marcelo Ortega, embasado em uma informação de dentro da própria Santa Casa, fez um alerta sobre a situação da entidade a respeito da falta de medicamentos para intubação de pacientes.

Falando com muito respeito e preocupação, Ortega pediu que os vereadores se organizassem para apurar esse problema e se dispôs a ajudar em sua solução, mostrando-se muito preocupado e solidário com a população e com o provedor Miguel Chibani.

A surpresa foi que, em dado momento, o presidente da Câmara Flávio Zandoná quis defender o prefeito e o secretário da Saúde, confrontando a informação de Ortega sem dar maiores esclarecimentos, dando a entender que agia no intuito de dar um recado do Executivo, com uma conotação de subordinação de um poder ao outro, ao invés de defender o colega parlamentar.

Para completar, quando Ortega pediu aparte, Zandoná cortou a palavra e encerrou a sessão, censurando deliberadamente o vereador, favorecendo a versão do Executivo e deixando uma condição negativa de cerceamento da liberdade de expressão, o que é lamentável nos dias de hoje, ainda mais a respeito de um assunto tão importante quanto a situação da Santa Casa em um momento de pandemia.

Veja Também