MP pede o arquivamento de processo contra Fernando Cury

MP pede o arquivamento de processo contra Fernando Cury Fonte da Foto: assessoria

O Ministério Público de São Paulo (MP-SP) pediu o arquivamento do procedimento investigativo aberto após denúncia feita pela deputada do PSol, Isa Penna, contra o deputado estadual Fernando Cury (Cidadania), alegando que ele estaria exercendo o mandato parlamentar, durante seu afastamento de 180 dias do cargo.

A investigação foi aberta depois que deputadas do PSol entraram com uma representação no MP, apresentando publicações nas redes sociais que mostravam Fernando Cury reunido com autoridades púbicas e pessoas em geral, em uma iniciativa batizada de “Caravana 2021”.

No último dia 23 de agosto, o Desembargador Relator do Tribunal de Justiça, Dr. Moreira Viegas, recebeu o pedido do arquivamento da denúncia do MP. De acordo com ele, a Procuradoria Geral de Justiça, após ouvir testemunhas, o próprio deputado Fernando Cury, e realizar diversas diligências, não havia elementos que justificassem o aprofundamento da investigação, nem qualquer indício de responsabilidade penal do parlamentar.

O advogado do Deputado Fernando Cury, Ezeo Fusco Júnior, explicou sobre a decisão do MP. “O Ministério Público requereu o arquivamento do procedimento instaurado após representação da Deputada Isa Penna, após concluir pela ausência de elementos que justificassem até mesmo o aprofundamento de investigação, já que não se vislumbra a prática de qualquer infração penal no caso de importunação contra a deputada Isa Penna.  Entendeu o MP que o deputado Fernando Cury não praticou qualquer ilícito penal, mas apenas exerceu atividades políticas permitidas a qualquer cidadão”, disse. (Fonte Leia Notícias)

Veja Também