Prefeito já estaria articulando maioria na Câmara

Prefeito já estaria articulando maioria na Câmara Fonte da Foto: ilustrativa

Já está correndo pelos bastidores da política avareense que pessoas de confiança do prefeito Jô Silvestre estariam já em firme “assédio” contra vereadores das bancadas que se elegeram por coligações contrárias a do atual prefeito. O caso foi reforçado na manhã de ontem, dia 27 de novembro, por políticos de grupos contrários ao prefeito, que esse tipo de assédio estaria ocorrendo de fato.

Temos informações claras de que pelo menos um dirigente de partido já chamou a atenção de uma dessas pessoas que estaria tentando “cooptar” vereadores, usando de supostas promessas para tentar convencer os eleitos a se debandarem “para o lado de lá”. Isso não deixa de ser interessante porque pode ajudar a imprensa a levantar questões importantes das motivações que leva uma pessoa a ser eleita por um partido e em tese por questões até explicáveis pode mudar de lado, como aconteceu na eleição anterior de vereadores que foram eleitos por partidos que não pertenciam ao grupo de Jô Silvestre, mas que acabaram aceitando a ficar do lado do prefeito.

Outros dirigentes de partidos contam a mesma história, mas com personagens diferentes, mostrando que já começou a corrida em torno de o prefeito conseguir fortalecer sua bancada futura, mas segundo um traquejado político essa debandada não deve ocorrer tão facilmente desta vez.

Isso mostra que, depois de conseguir a Prefeitura mesmo tendo menos votos do que o número de eleitores que deixaram de votar nessa última eleição, Jô Silvestre agora, em tese, está disposto a montar uma boa trincheira na Câmara, mas se esquece de que vários vereadores não estão dispostos a cair nesse canto da sereia, já que isso seria trair seu eleitorado e que, apesar de reeleito, o atual chefe do Executivo não é aquele fenômeno de popularidade, pois teve menos votos do que os brancos, nulos e abstenções.

Veja Também