Prefeito não quer prestar contas para Câmara sobre os mais de 10 milhões

Prefeito não quer prestar contas para Câmara sobre os mais de 10 milhões Fonte da Foto: arquivo

A Prefeitura de Avaré tem para receber uma verba de mais de 10 milhões de reais, sendo que uma parcela já teria vindo. Essa verba foi determinada pelo governo federal para que 12, 70% terá que ser aplicada no setor de saúde e os 87,30 poderá ter aplicação livre pela Prefeitura.

Na época recente, a vereadora Adalgisa Ward apresentou projeto de lei, que foi aprovado por unanimidade, o que vale registrar que até mesmo vereadores da base do prefeito também legitimavam a obrigação do executivo encaminhar semanalmente as despesas referente a parcelas dessa verba para a Câmara.

De acordo com informações o prefeito Jô Silvestre teria vetado esse projeto de lei de autoria da vereadora Adalgisa Ward, o que deixa caracterizado que não quer supostamente prestar contas dessa felpuda verba de mais de 10 milhões, sendo assim a população não terá oportunidade de saber onde foi aplicado esse dinheiro, o que enseja na falta de transparência por parte da Prefeitura.

 Agora o veto do prefeito Jô Silvestre deverá voltar para o legislativo e caso venha a ser derrubado pelos vereadores, Jô Silvestre vai ter que fornecer informações aos parlamentares. Caso não seja derrubado fica o prefeito sem a obrigação de prestar contas. Mas nessa questão se seve levar em conta que o projeto de vereadora foi votado com unanimidade e se existir agora alguma modificações na votação muitos vereadores deverão ter uma boa justificativa.

Veja Também