Prefeito poderia realizar consórcio público com 17 cidades da região

Prefeito poderia realizar consórcio público com 17 cidades da região Fonte da Foto: internet

Na ótica de Victória Cortez, seria bastante interessante que o prefeito Jô Silvestre, adjunto ao departamento jurídico da Prefeitura, bem como das Secretarias de Saúde, Fazenda, Indústria e Comércio, uma formalização de consórcios públicos com os 17 municípios pertencentes à região de Avaré. 

Na tentativa de controlar a crise sanitária, de saúde e sócioeconômica, na visão de Victória Cortez, não deveríamos estar retrocedendo para a fase vermelha. Felizmente, estamos com baixos índices de COVID-19 no município, prejudicando o comércio local e regional, bem como as contas públicas dos municípios de Avaré e circunvizinhos pertencentes. 

Compreende Cortez que, se a situação persistir, acarretará prejuízos incalculáveis, falta de empreendimentos, desemprego, fome e problemas fiscais.

Para Victória Cortez, seria bastante prudente que o prefeito Jô Silvestre pudesse se convencer e, também, aos prefeitos e aos secretários dos municípios circunvizinhos, para que, juntos, se dirijam ao DRS de Bauru, a Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo e ao Comitê de Saúde, articulando com o secretário José Henrique German, o presidente do Comitê de Saúde e o presidente do Instituto Butantã, Dimas Tadeu Covas, e realizem a formalização de um consórcio público de Avaré, como Região, desvinculando-se de Bauru e Botucatu, que são responsáveis por outras cidades. E, ainda, pleiteando a criação de uma DRS paulista em Avaré, pois há motivos pontuais para isso!

Esta matéria foi postada na rede social de Victória Cortez e, com sua autorização, estamos publicando por apresentar uma sugestão de extrema visão positiva, sendo uma questão que interessa à população avareense, ao comerciante e à cidade como um todo, bastando apenas um pouco de vontade política por parte do prefeito Jô Silvestre.

Veja Também