Prefeitura tratou posto exclusivo para covid-19 como “fake news”

Prefeitura tratou posto exclusivo para covid-19 como “fake news” Fonte da Foto: ilustrativa

Fato que chamou a atenção no final do mês de março, o quiproquó de um posto de Saúde que seria exclusivo para atender pessoas com suspeita de corona vírus em Avaré virou um assunto que foi bastante comentado e até agora não se tem uma resposta plausível, pois era uma medida boa se fosse implantada pela Secretaria de Saúde Avaré. Chamamos isso de “quiproquó” porque a notícia chegou a circular por volta do dia 20 de março, mas logo depois o secretario Roslindo Machado foi à imprensa desmentir a informação, chamando o assunto de “fake news” e negando que a Prefeitura teria um posto de Saúde pra atender exclusivamente os casos suspeitos de corona vírus, deixando uma conotação de que houve um retrocesso no combate a essa pandemia em Avaré.  Um documento enviado pela Secretaria de Saúde, afirma que havia essa intenção e que a Unidade de Saúde da Família Dr. Cecílio Jorge Neto seria o ambulatório de Sindrome de Respiratória.  

Até hoje pessoas dizem que o comunicado seria, em tese, verdadeiro, mas como o próprio secretário falou oficialmente que o caso era fake news, ameaçando de identificar e punir os autores dessa notícia, então fica o registro de sua fala em definitivo; mas, infelizmente Avaré está na contramão, pois Campinas terá um local específico para tratar pacientes com corona vírus. A unidade vai funcionar na AME (Ambulatório Médico de Especialidades) e vai comportar 35 leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) para os pacientes infectados. Por outro lado, continua pronto mas fechado o Postão da Rua Acre que poderia servir para muitos leitos, embora o secretario ainda fale que está tudo dentro da normalidade em Avaré.

Avaré também tem um AME, que foi anunciado em 2015 e que se estivesse pronto poderia receber esse atendimento exclusivo, como está sendo feito em Campinas.

O Jornal do Ogunhê verificou que o AME ainda está em construção e que foi conquista do ex-prefeito Poio Novaes no ano de 2015 através da Secretaria Estadual da Saúde, obra que já foi iniciada no prédio do antigo Hospital Geral, sendo que em maio de 2017 foi anunciada licitação para essa obra, com investimento de aproximadamente R$ 28 milhões, onde com mais de 3.500 m² de área, o serviço oferecerá à população local consultas de atendimento especializado, exames de diagnóstico como radiografia e raio-X e cirurgias ambulatoriais, mas infelizmente a atual administração pouco fala dessa conquista pra cidade.

Veja Também