Projeto de Lei de Zandoná revolta população avareense

Projeto de Lei de Zandoná revolta população avareense Fonte da Foto: Ilustrativa

Não queremos aqui discutir a legalidade ou ilegalidade do Projeto de lei do vereador e presidente da Câmara de Avaré que teve seu projeto aprovado, para que pessoas e familiares de quem tem alguém com covid, sejam “marcados” com uma pulseira.

O que temos conhecimento é que a população de Avaré, a maior parte está utilizando da rede social para tecer críticas contra Flávio Zandoná, estão revoltadas com essa atitude, que para alguns não tem viés político, mas mostra um suposto despreparo do político para a função que atualmente ocupa.

Políticos das antigas e que conhecem muito bem o prefeito, acreditam que essa atitude do presidente da Câmara Zandoná poderá ser vetada, caso contrário a situação poderá sair fora do controle e abaixo vamos explicar.

Argumentou uma antiga moradora de Avaré que o Projeto de Lei é sem nexo, fazendo lembrar a época de Hitler que marcava os judeus com um triângulo na camisa ficando exposto para que os alemães pudessem reconhecer de longe que o indivíduo era um judeu. O projeto está levando os internautas a criticarem o comportamento de Zandoná. 

A Lei da Pulseira deverá causar uma situação desastrosa para o presidente da Câmara autor dessa suposta “aberração” e tem muita gente esperando coerência do prefeito Jô Silvestre para vetar esse Projeto que, com certeza, se for em frente vai causar danos políticos ao prefeito e também à sua base. Pois de acordo com os internautas a vida política de Zandoná deverá chegar ao fim assim que sentar como simples vereador.

Veja Também