Se comprovar contraindicação Bel Dadario poderá ingressar no prédio da Câmara

Se comprovar contraindicação Bel Dadario poderá ingressar no prédio da Câmara Fonte da Foto: arquivo

Trazendo mais luz ao assunto, fomos em busca de melhores esclarecimentos e um jurista afirmou que a portaria 9.998/2021 do TJSP utilizada com analogia pela Câmara para exigir comprovação de vacinação dos servidores e funcionários diz no Artigo 1º - § 2º que o ingresso de pessoas com contraindicação da vacina contra a COVID-19 dar-se-á mediante apresentação de relatório médico justificando o óbice à imunização.

Segundo pessoas ligadas à vereadora Bel Dadário, ela sofre de doença pulmonar, o que seria o motivo da contraindicação para que ela tome a vacina. E ainda segundo essas pessoas, o presidente da Câmara tinha conhecimento disso quando impôs a exigência do comprovante de vacinação.

No caso da vereadora Bel Dadario comprovar que não pode tomar a vacina, por meio de um laudo médico, muita coisa pode acontecer, inclusive a reparação de danos morais sofridos pela exposição negativa desse fato.

Veja Também