Secretário não consegue explicar detalhes de gasto milionário da Saúde

Secretário não consegue explicar detalhes de gasto milionário da Saúde Fonte da Foto: Do Vale TV

Muito nervoso e até criticando o veículo que levantou a questão, como sempre faz, usando de palavras inapropriadas e não se portando como um representante de uma administração pública, o secretário Roslindo Machado deu explicações muito contraditórias em uma reportagem da Do Vale TV, levantando ainda mais suspeitas em toda essa transação que chegou a quase um milhão de reais.

Um dos pontos mais contraditórios apontado por ele foi o volume de internações no Pronto Socorro. Disse na reportagem que foram gastas 247 ampolas de Midazolan em janeiro, 230 em fevereiro, 299 em março e que depois o volume de gasto do medicamento, curiosamente, salta para 1386 em abril.

A pergunta que fica é: será que os casos de Covid em Avaré foram tantos que mais do que quadruplicaram as internações no Pronto Socorro de um mês para o outro? E onde ficaram e quantos foram esses pacientes e por que isso não repercutiu na imprensa?

Veja Também