Tribunal rejeita contas de 2017 de Jô Silvestre

Tribunal rejeita contas de 2017 de Jô Silvestre Fonte da Foto: arquivo

O Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCE/SP) realizou o reexame das contas do exercício de 2017 do prefeito de Avaré, Jô Silvestre. Após analisar a sustentação oral da advogada de Silvestre, os conselheiros, por 5 votos a 1, acabaram mantendo o parecer desfavorável.

Agora, o parecer será encaminhado à Câmara Municipal, onde os vereadores poderão acabar ou derrubar a rejeição de contas. São necessários 9 votos para derrubar o parecer.

Caso os parlamentares acatem a rejeição, Jô Silvestre ficará inelegível por 8 anos. O parecer deverá ser analisado no primeiro trimestre de 2021, ou seja, já durante a nova legislatura.

 

Veja Também