Vacinação em Botucatu deve refletir com queda de casos Covid a partir da 2ª quinzena de junho

Vacinação em Botucatu deve refletir com queda de casos Covid a partir da 2ª quinzena de junho Fonte da Foto: divulgação

Na quarta semana após a o início da vacinação em massa em Botucatu a cidade ainda registra um aumento na média diária de casos de Covid-19, porém, segundo especialistas essa realidade deve mudar a partir da segunda quinzena de junho.

A cidade participa de um estudo inédito de efetividade da vacina Oxford/AstraZeneca, inclusive contra as cepas do coronavírus, e toda a população adulta, de 18 a 60 anos, está sendo vacinada. No dia 16 de maio aconteceu a primeira ação, quando mais de 66 mil pessoas foram imunizadas desse público que era estimado em quase 80 mil pessoas.

Segundo o médico infectologista e responsável pelo estudo, Carlos Fortaleza, a tendência é que, como vacina ameniza os sintomas, a transmissibilidade fique menor nos próximos dias. E a partir dessa queda na transmissibilidade também deve passar a cair a taxa de internações, ou seja, do desenvolvimento de casos graves que precisam de hospitalização e, por consequência, a redução das mortes.

"A nossa expectativa é que após três, quatro semanas após a vacinação quando o nosso organismo começa a criar os anticorpos eficazes nas pessoas haja uma redução significativa dos casos, isso deve ocorrer em meados de junho", explica.

Ainda de acordo com o especialista a expectativa com essa primeira dose é de uma eficácia de 70% contra o vírus durante os três meses até a segunda dose.

Veja Também