Vereador pede presença de secretário para justificar gastos com empresa Arpoador

Vereador pede presença de secretário para justificar gastos com empresa Arpoador Fonte da Foto: arquivo

Na sessão de segunda-feira da volta do recesso parlamentar as cobranças foram tantas, mas uma que ganhou destaque diz sobre um caso de uma contratação de empresa do Tatuapé. O vereador Carlos Wagner fez um requerimento solicitando para que o prefeito Jô Silvestre libere o Secretário de Administração, Ronaldo Adão Guardiano para que compareça em plenário para explicar e justificar certos gastos, com uma empresa de nome Arpoardor Manutenção e Serviços.

Carlos Wagner pede que o Secretário de Administração apresente-se em plenário munido de documentos comprobatórios a fim de esclarecer gastos na casa de cinco milhões e noventa mil reais de em um ano e meio, de janeiro de 2020 a julho de 2021, com a empresa Arpoador Manutenção e Serviços, empresa que está localizada no bairro do Tatuapé em São Paulo.

Segundo o vereador, a presença do Secretário Ronaldo Guardiano se faz necessária para que justifique e explique o contrato com essa empresa e ainda lembrou dizendo que no último dia 16 quando participou da sessão de votação das contas do prefeito, o Secretário deu declaração à imprensa afirmando que os vereadores de oposição fizeram um circo.

O vereador Carlos Wagner aproveitou para dar uma resposta ao senhor Guardiano, dizendo: “Circo é o que o senhor vem fazendo com o dinheiro da população em plena época de pandemia” disse o vereador. E continuou dizendo que o Secretário estaria abrindo licitação para tendas e banheiros químicos na faixa de 500 mil reais, dizendo ainda que isso sim é que circo com o dinheiro do povo. Finalizando o vereador disse, “Vamos fazer um circo junto aqui”.

Veja Também